Campeonato da Europa 2012
#16
Tens aí o link à mão?
Responder
#17
http://www.livetrack24.com/tasks/604
Responder
#18
Nuno 12º Ciby 41º e Paulo Silva 62º. Roberto CMA "levezinho" Torres vem ainda a papar Kms e "bifes"

Mais lugar menos lugar bela prova dos Tugas
Responder
#19
Robert(ão) no golo!! >Big Grin
Responder
#20
MUITO BOM!
Responder
#21
mais uma excelente prestação do Nuno Virgilio, a ficar entre os melhores 10 da Europa. Parabéns para ele e toda a equipa tuga.
Responder
#22
Viva,

Parabéns ao Nunão que veio a terreno mostrar aos outros aquilo que NÓS já sabiamos - ele é um piloto do TOP 10... o que eles ainda não sabem é que não só é do top 10 Europeu.... como é do top 10 Mundial, mas isso é a seguir.

Quanto ao Roberto: boa prestação... penso que vai considerar este ano aumentar de peso para poder mostrar também como se voa, né?!

PH
Responder
#23
è caso para dizer que temos o melhor Bitoke do mundo!!
Responder
#24
UUUiiii , Uiiiiii...

Sem dúvida alguma, NUno Virgilio (Bitoke) a confirmar o seu alto nivel mundial e a afirmar-se definitivamente como um dos pilotos da atualidade e dos mais promissores nos proximos tempos. A mais alta esfera competitiva começa a "conhecÊ-los" cada vez mais de perto e melhor
Responder
#25
olá malta.
obrigado pelos elogios. foi de facto bastante bom o resultado.
mas... podia ser ainda melhor! aquela 4ª manga ainda está aqui atravessada... vimos todos com a sensação de missão cumprida, com os olhos e a alma cheia de grandes voos, de momentos indescritíveis, a espera pelo start nas barbas da nuvem, o ritmo de voo alucinante pelas paredes fora, as térmicas a rasgar o vário, as passagens mais hardcore nos venturis a segurar o txã, as transições todas de acelerador a fundo e mais uns trocos, as chegadas ao golo na molhada do grupo da frente, a adrenalina de sacar a térmica salvadora num spot que não dá margem para erros, enfim, mil e uma histórias...
muita coisa, que só os privilegiados como nós, que voamos, sabemos o que significam.
o resultado desportivo, face a isto, é quase secundário. mas na verdade trata-se de uma competição e por isso há que se dar o respectivo valor, divulgar, promover, incentivar.. e repetir.

não foi uma prova fácil, pelas condições meteo meio assustadoras nos primeiros dias (nuvem grandinha, escura.. e a descambar nalguns sítios; passagens com vento forte nos calhaus; encontros em quase-terceiro grau na molhada das térmicas com 100 pilotos..) pelas condições logísticas (viagem de 18h a massacrar o corpo; alojamento tipo tudo ao molho e fé em deus; sobreviver aos pitéus cozinhados pelo levezinho e pelo ciby, ;D etc)
mas também a questão de fundo, estrutural, que como o Sam deixa nas entrelinhas, não está bem e tem de mudar.
não sinto que neste momento haja uma verdadeira Equipa de Portugal.
muito chocante?
talvez.. não se trata da questão "equipa" com o que isso significa em termos de partilha e camaradagem. longe disso, porque estamos muito bem nesse campo, mas este grupo de pilotos que foi ao campeonato europeu é mais o "grupo voluntário português de parapente"
a situação actual do país e mais especificamente da federação condiciona todo e qualquer trabalho de base que se queira fazer para levar o nosso desporto mais além. é necessário muito investimento para chegar a um nível como o dos nossos vizinhos espanhóis, que muito meritoriamente terminaram no pódio por equipas. não acho que estejamos muito longe deles em termos de nível de pilotos. a diferença é que eles investem muito mais. em tempo, dedicação, em participações em provas de alto nível.
a malta, se quer chegar a algum lado, tem que investir. e o retorno há-de chegar mais cedo ou mais tarde como tem sucedido comigo e com o Cláudio e a diferentes níveis. mas a que custo? muita carolice, muita energia, tempo e claro, algum dinheiro. do próprio bolso.
depois há a questão "ah e tal, somos poucos, estamos longe do centro da europa, onde se passa tudo"
eu digo: "se maomé não vai á montanha..."
e aqui entra em cena as organizações que têm potenciado a montanha vir a maomé.
temos tido provas incríveis, com os melhores do mundo, que a malta pouco aproveita, e pior ainda, pouco reconhece o valor. os primeiros a incentivar, promover e fomentar a participação massiva dos nossos pilotos deveriam ser as entidades oficiais. mas a atitude é de que "é uma organização privada" e como tal não metem o bedelho. muito errado, na minha perspectiva. as organizações privadas são sócias da federação, pagam quotas para tal, e mostram muito mais trabalho efectivo do que a própria casa-mãe..
já estou a divagar, mas muito água corre no moinho e não nos apercebemos o que vai sucedendo.

anyway.. foi bom sentir que a malta estava a vibrar com os voos, o live-tracking ajuda bastante. de vez em quando deu para espreitar os comentários e as mensagens de apoio. faz muito bem a quem está do outro lado.

grande obrigado!
bons voos a todos
NVirgílio


Responder
#26
É caso para não dizer "esperemos melhores dias" mas antes "Façamos melhores dias acontecerem".

No parapente só não temos controle sobre o elemento Natureza!


Para bom entendedor....


Mas no que realmente interessa! Parabéns!!

Responder
#27
Parabéns Nuno... simplesmente um orgulho
Responder


Saltar Fórum:


Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)