Mentor 3
#31
Foram dois voos muito bons!
A asa é muito fácil de inflar. A descolagem tambem é fácil. O voos foram confortáveis e notou-se uma grande diferença de performance para as outras asas que estavam a voar (Mentor e Rush). Voa muito bem contra o vento. Ao aterrar é que se tem de dar um desconto senão papa a aterragem como se pode ver no vídeo.
Rui
Responder
#32
Olá Rui C,

É sem dúvida como dizes, especialmente como vais sentindo
Responder
#33

Promissor!!
Responder
#34
A NOVA anunciou oficialmente que já se encontra também homologada o tamanho L. Big Grin
Responder
#35
NAICE!
Responder
#36
Fica aqui o artigo da Parapente Mag sobre a M3:

       
Responder
#37
Video Clip da NOVA - "long distance love"

Responder
#38
Mais um record para a Mentor

A semana passada foi feito um triangulo FAI com 259km na Mentor 3. Este é o maior triangulo FAI até à data com asas EN-B ou EN-C

Noticia completa em:
http://nova-wings.com/english/welcome/news.html
Responder
#39
Mentomania :
4 FLIGHTS – 1 WING MODEL – 1023 KILOMETERS

Artigo sobre os records conseguidos com as Mentors (1 até 3)

.pdf   NOVA_PME_Mentormania_2013.pdf (Tamanho: 766,27 KB / Downloads: 520)

Fica também aqui o video referido no artigo, onde é comparado um voo ente M3 e Enzo.


Responder
#40
Mentor 3 continua a mostrar a sua raça.


Na manga de ontem, no Open de Castelo de Vide, João Ventura (Mentor 3) foi o 2º português a atravessar a meta (118km) sendo o 7º, apenas a 3 minutos do 1º português, em Icepeak 6 - Paulo Silva.
Esta classificação mostra continuação de resultados obtidos em Mirandela, onde, na manga em que participou, chegou em 5º lugar à meta, sendo que os primeiros, a escassos minutos à sua frente (numa manga de 85,7 km).
Salientar que na sua frente, só ficaram pilotos em asas EN D de ultima geração.


Parabéns e grande abraço ao João Ventura que é mais um dos pilotos do mundo a mostrar o potencial da MENTOR 3 (EN B), provando ser uma asa capaz de bater recordes nas várias disciplinas do voo no parapente.
Responder
#41
Viva,

ATENÇÃO

B-Stall
What is tested:
Pitch back behaviour on entry, pitch forward behaviour on exiting and sink velocities. In particular we look at the canopy stability and tendencies to deform on longer B-Stalls (>10s) and any recovery problems.

[...] On the Mentor 3 this behaviour occurs even faster, and the glider handbook makes a clear statement about it. For both gliders (Swing's Mistral 7 and Mentor 3) it is better to cross the B-stall off the list of flyable descent manoeuvers.

Nova
Mentor 3 M Not recommended, canopy deforms immediately on entry

PT

B-Stall
O que é testado:
O cabeceamento para trás na entrada, cabeceamento para a frente ao sair e velocidades de afundamento. Em particular, nós olhamos para a estabilidade da asa e a tendências para deformar em B-Stall prolongados (> 10s) e eventuais problemas na recuperação.

[...] Na Mentor 3 este comportamento ocorre ainda mais rápido, e o manual da asa refere claramente isso. Para ambas as asas (Mistral 7 da Swing e Mentor 3 da NOVA) é melhor tirar o B-stall fora da lista das manobras de descida​​.

Nova
Mentor 3 M Não recomendado, asa deforma imediatamente na entrada



DHV Safety tests of LTF A- and B- Paragliders, Part 5

PH
Responder


Saltar Fórum:


Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)